Dados do município/localização

Fundação: 11/05/1988
Emancipação Política: 11 DE MAIO
Gentílico: BARROQUINHENSE
Unidade Federatíva: CE
Mesoregião: NOROESTE CEARENSE
Microregião: LITORAL DE CAMOCIM E ACARAÚ
Distância para a capital: 420,00

Dados de características geográficas

Área: 383,43
População estimada: 14475
Densidade: 37,80
Altitude 16
Clima: TROPICAL QUENTE SEMIÁRIDO BRANDO
Fuso Horário: UTC-3

Origem

O topônimo Barroquinha faz alusão efeito geológico de formação de pequenas massas erodidas ou barrocas. Sua denominação original era Paço Imperial, Barroquinha e, desde 1960, Barroquinha.

História

Município localizado na região dos Tremembé,[6] primeiros habitantes da região. É uma região que recebe a visitas das expedições militares e religiosas a partir do século XVII. Barroquinha ganha uma definitiva posição na história do Ceará, quando em 188 é consagrado o acordo para o litígio territorial entre o Ceará e o Piauí

Cultura

O principal evento cultural é festa do padroeira Nossa Senhora dos Navegantes.

Divisão Política

A administração municipal localiza-se na sede: Barroquinha.

Curiosidades

Geografia Subdivisão O município tem três distritos: Barroquinha (sede), Araras e Bitupitá. Clima O clima do município é o tropical atlântico com pluviometria média de 1.120 mm ,[10] com chuvas concentradas de janeiro a abril.[11] Hidrografia e recursos hídricos As principais fontes de água são os rios das Palmeiras, das Almas, da Chapada, Timonha, Guabira, Ubatuba e dos Remédios. Relevo e solos Região costeira (areias quartzosas álicas, areias quartzosas distróficas, areias quartzosas eutróficas, areias quartzosas marinhas distróficas, podzólico vermelho amarelo eutrófico) formada de dunas e ilhas, como as das Cunhãs e Grande. Não possui grandes elevações. Vegetação A boa parte do território é coberto pela caatinga arbustiva aberta e densa, mais ao interior, e por tabuleiros costeiros, mais próximos ao litoral. Apresenta também regiões de caatinga arbustiva e mangue próximo à foz dos rios das Almas, da Chapada, Timonha, Guabira, Ubatuba e dos Remédios. Economia Basicamente pesca para exportação de lagosta e camarão. Indústrias: seis, três extrativas e três de produtos alimentares. Outra fonte de renda deste município é o turismo, devido a suas praias e ilhas.

Qual o seu nível de satisfação com essa página?


Muito insatisfeito

Um pouco insatisfeito

Neutro

Um pouco satisfeito

Muito satisfeito